Impactos ambientais da construção da nova ponte serão discutidos com a população nesta terça-feira (12)

Nesta terça-feira (12), a Prefeitura de Teresina vai realizar uma audiência pública para discutir os impactos ambientais da construção da nova sobre o Rio Poti. A audiência acontecerá às 15h30min, na Associação de Moradores do bairro Água Mineral, localizada na Rua Paraim, nº 449.  A ponte interligará o referido bairro, nas imediações do balão da Coca-Cola, à Universidade Federal do Piauí (UFPI), próximo ao Setor de Esportes.

Durante a audiência, que está sendo organizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), a equipe da empresa responsável pela elaboração do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) da obra fará a exposição técnica dos trabalhos desenvolvidos, que devem ser socializados em uma linguagem clara e objetiva.

Uma equipe da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) também realizará uma apresentação sobre os aspectos dessa obra de mobilidade urbana e seus objetivos.

Esse espaço de diálogo permitirá que os participantes compartilhem seus questionamentos, críticas e sugestões. As manifestações serão registradas em Ata, que será anexada ao processo administrativo de licenciamento da obra, bem como os documentos entregues por ocasião da audiência pública.

O secretário da SEMAM, Olavo Braz, destaca que a proposta é realizar uma audiência organizada, transparente e com uma significativa participação popular. “Esse será um momento voltado para os participantes terem suas dúvidas esclarecidas e suas sugestões expostas. Lembramos que o espaço será aberto a todos, sem necessidade de se inscrever previamente”, pontua.

Cerca de 20 órgãos e entidades, a exemplo do Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), IBAMA, EMBRAPA, Associação de Moradores dos bairros Água Mineral e Risoleta Neves, estão sendo oficializados a participar dessa audiência pública.

Clique aqui para consultar o regulamento e  o aviso da audiência pública.

Sobre a nova ponte

A ponte terá 240 metros de comprimento, quatro faixas de rolamento, com possibilidade de ampliação para mais faixas, vias para ciclistas e pedestres e piso tátil para cadeirantes e deficientes visuais.

A obra já foi encaminhada para licitação e deve ter início em abril de 2019, e tem o prazo de execução de 14 meses. O empreendimento está orçado em R$ 38,650 milhões, oriundos de um financiamento que a Prefeitura está adquirindo com recursos do FGTS, a serem acompanhados e liberados pela Caixa Econômica Federal.

 

SEMAM realiza monitoramento da situação climática de Teresina

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) vem realizando diariamente o agrupamento de dados sobre o monitoramento da situação climática de Teresina, analisando parâmetros como nível dos rios Parnaíba e Poti, precipitação acumulada, temperatura máxima e mínima, umidade do ar, direção e intensidade dos ventos, ocorrências de queimadas e alertas de eventos meteorológicos severos.

Segundo o secretário da SEMAM, Olavo Braz, esse trabalho é apenas um passo de um projeto maior que o órgão pretende realizar.

“Estamos com um processo em andamento para criação de um Observatório de Mudanças Climáticas, que será instalado no Parque da Cidade. Então esse trabalho de agrupar informações coletadas é uma pequena amostra do que está por vir”, explica o gestor.

De acordo com o tecnólogo em Geoprocessamento, responsável por esse trabalho de monitoramento, Felipe Riedel, esses boletins diários estão sendo feitos com o suporte de informações provenientes de algumas plataformas, a exemplo do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Agência Nacional de Águas (ANA) e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) – Programa Queimadas – Apoio Ministério do Meio Ambiente.

Para ter acesso aos boletins, basta acessar o seguinte link da nossa página eletrônica: https://goo.gl/eXtb2i

Mais de 150 crianças de CMEI são presenteadas pela Campanha Natal Natureza

Em clima de alegria e encantamento, mais de 150 crianças do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) José João de Magalhães Braga, localizado na zona Norte de Teresina, foram presenteadas na manhã de hoje (07) pela Campanha Natal Natureza, organizada pelo Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM). Os pequenos receberam os brinquedos das mãos do Papai Noel verde, que, em troca, recebeu muito afeto e sorrisos sinceros da garotada.

A campanha consiste em sensibilizar estudantes da rede privada de ensino de Teresina a doarem brinquedos em troca de mudas de árvores, como forma de estimular o comportamento solidário e o respeito ao meio ambiente. Neste ano, 14 unidades de ensino integraram a campanha, além de empresas locais que doaram brinquedos e lanches.

O resultado desses gestos de solidariedade tem proporcionando um Natal mais feliz para cerca de mil crianças atendidas pelos CMEIs. A próxima entrega de presentes acontece na segunda-feira (10), às 9 horas, no Residencial Betinho, zona Sul da capital.

A pequena Larissa Pereira, de apenas 6 anos, conta que ficou feliz com o presente que recebeu. “Eu queria muito uma boneca de presente de Natal e estou muito feliz porque foi o que eu acabei ganhando. Eu também gostei muito de conhecer esse Papai Noel verde, da cor da natureza”, disse a menina.

“A nossa proposta é despertar na criançada o sentimento de solidariedade ao doarem um brinquedo. Ao mesmo tempo em que isso é trabalhado com elas, nós, enquanto a pasta responsável por disseminar a educação ambiental, buscamos despertar o cuidado com o meio ambiente através de uma muda de árvore e da mensagem que a nossa equipe leva às escolas. O resultado desse trabalho é proporcionar um Natal mais feliz para centenas de crianças carentes”, destaca.

A campanha Natal Natureza é desenvolvida em conformidade com a Lei Municipal 2.475/1996, que estabelece sua realização dentro do calendário de atividades de educação ambiental da secretaria.

Papai Noel leva mensagem sobre preservação ambiental

Tanto na etapa de arrecadação quanto na entrega dos presentes, o clima natalino é incrementado com a presença do Papai Noel, que se apresenta com seu traje típico na cor verde, representando a natureza.

Além de embalar a imaginação e encantar a criançada, o bom velhinho tem o papel de levar mensagens sobre a preservação ambiental.

Fundo Municipal de Meio Ambiente é aplicado na aquisição de 3 mil mudas de ipês

Uma cidade bem arborizada traz diversos benefícios à sua população. Para Teresina, onde predominam as altas temperaturas, o conforto térmico e o sombreamento oferecidos pelas árvores estão entre pontos mais consideráveis. Para reforçar o trabalho de arborização da cidade, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) adquiriu 3 mil mudas de ipês, nas cores amarelo, rosa, branco e roxo, com recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente, cuja aplicação deve ser voltada para esse fim.

“As mudas foram distribuídas no viveiro do Jardim Botânico de Teresina e no Parque da Cidade, ambos espaços localizados na zona Norte da capital. Outras centenas de árvores deverão ser adquiridas com recursos desse fundo, que tem como finalidades a melhoria e recuperação da qualidade ambiental”, destacou o secretário da Semam, Olavo Braz.

Parte das árvores também dará suporte às ações de plantio realizadas pela Secretaria, a exemplo do Projeto Uma Árvore em Minha Vida, que conta com uma equipe de técnicos para realizar plantios em áreas residenciais, cuja solicitação deve ser feita através do seguinte endereço eletrônico: https://semam.teresina.pi.gov.br/.

Além do conforto térmico e sombreamento, as árvores contribuem, por exemplo, para a redução da poluição do ar e de ruídos, armazenamento de carbono, restauração de solos degradados e embelezamento.

Fundo Municipal de Meio Ambiente

Vinculado à Semam, o Fundo Municipal de Meio Ambiente é de natureza contábil e tem por finalidade o desenvolvimento de projetos que visem o uso racional e sustentável dos recursos naturais, incluindo a manutenção, melhoria e recuperação da qualidade ambiental. Os recursos desse Fundo são constituídos, por exemplo, de arrecadação de multas previstas em lei e taxas e compensações ambientais.

A aplicação desse fundo é realizada em conformidade com as deliberações feitas mensalmente pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comdema), órgão colegiado, normativo e consultivo da Administração Municipal, que possui legislação própria.

Dia da Árvore: Servidores da SEMAM plantam ipês no Parque da Cidade

Para marcar o Dia da Árvore, celebrado hoje (21), os servidores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) realizaram o plantio de 90 mudas de ipês no Parque da Cidade, uma das áreas verdes mais agradáveis de Teresina, onde fica instalada a sede do órgão.

O ipê é uma árvore nativa e de grande importância para a flora brasileira, por isso foi a espécie escolhida para esse plantio. Além disso, apresenta uma boa adaptação às altas temperaturas que predominam em Teresina e revela um espetáculo ao pontilhar a cidade com o colorido vindo da sua florescência, que se inicia no mês de julho e segue até novembro.

Segundo o secretário da pasta, Olavo Braz, a ação foi pensada como forma de mostrar o comprometimento da equipe em contribuir com a preservação do nosso verde. “Essa foi uma maneira de simbolizar o compromisso dos servidores da secretaria, que são pessoas que trabalham diariamente para preservar o meio ambiente”, destaca o gestor.

O Dia da Árvore tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância dessa grande riqueza natural, incentivando atitudes que trazem benefícios à natureza. A data foi escolhida pela proximidade da primavera, que começa no dia 22 de setembro. Nas regiões Norte e Nordeste do país, a data também é comemorada no dia 24 de março, já que as condições climáticas são mais favoráveis.

Data também foi celebrada com atividade educativa

Também como forma de comemorar o Dia da Árvore, a SEMAM promoveu, na tarde de ontem (20), uma atividade educativa no Hospital Infantil Lucídio Portella, voltada para crianças e pais atendidos pela unidade de saúde.

A ação, realizada pelo Núcleo de Educação Ambiental (NEA), contou com entregue de 50 mudas de plantas frutíferas e apresentação do Grupo Vagão, composto por artistas que trabalham com palhaçaria, teatro, mágica e arte pública.

Educação Ambiental é um dos destaques do Teresina em Ação

Durante mais uma edição do Teresina em Ação, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) esteve presente levando educação ambiental para o público do evento, que aconteceu no sábado (28), na Praça do Mercado do bairro Dirceu Arcoverde II, zona Sudeste da cidade.

Assim como nas demais edições, o Núcleo de Educação Ambiental (NEA) da SEMAM buscou trabalhar de múltiplas formas os temas relacionados ao meio ambiente. Uma das abordagens foi direcionada para a criançada, que através de jogos educativos e oficina de pintura de desenhos puderam aprender mais sobre os cuidados com a natureza.

A pequena Kamilly Vitória, de apenas 7 anos, participou das atividades educativas e fala sobre o que aprendeu. “Aprendi que cada um tem que fazer sua parte para salvar o planeta. A gente tem que cuidar das árvores, da água, dos animais e do lixo”, conta.

Para o público adulto, o NEA focou na sensibilização com a entrega de folders informativos sobre diversas temáticas como poluição sonora, combate ao Aedes Aegypti, resíduos sólidos, preservação do verde, economia de água e energia.

O Teresina em Ação é uma iniciativa da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI) em parceria com a TV Clube. Através de espaços públicos, o evento leva, mensalmente, dezenas de atividades e serviços para os teresinenses. Para isso, conta o engajamento de diversos órgãos que compõem a gestão pública municipal e de outros parceiros.

CB27: Secretários de meio ambiente visitam áreas verdes e pontos turísticos de Teresina

Depois de participarem de dois dias de intensos debates focados em estratégias de enfrentamento às mudanças climáticas, na manhã de hoje (15) os gestores ambientais presentes no 14º Encontro Nacional do Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras (CB27) encerraram a programação do evento fazendo visitas técnicas em áreas verdes e pontos turísticos de Teresina. A intenção foi apresentar aos participantes algumas intervenções, projetos e espaços importantes no aspecto ambiental.

As visitas técnicas foram iniciadas no Mirante da Ponte Estaiada, onde os gestores foram recepcionados com uma apresentação cultural do bumba-meu-boi Imperador da Ilha. E foi a 95 metros do chão, do alto do mirante, que os secretários puderam ter uma visão panorâmica da cidade.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Teresina, Olavo Braz, explica que o Mirante da Ponte Estaiada foi um dos pontos turísticos selecionados porque possibilita ter uma dimensão, por exemplo, da cobertura vegetal da nossa cidade. “Resolvemos levar os secretários nesse importante ponto turístico porque ele permite que seja visualizada toda a massa verde presente na cidade, destacando que manter isso tem sido um dos esforços da Prefeitura de Teresina, através de ações de arborização e rearborização, o que também inclui recomposição de mata ciliar. A arborização, sem dúvida, é uma importante estratégia de enfrentamento ao calor e tem outros diversos benefícios”, explicou o gestor.

O Coordenador Nacional do CB27 e secretário de Cidade Sustentável e Inovação de Salvador, André Fraga, ficou surpreso com visão que teve de Teresina e parabenizou a cidade por conseguir manter bem preservada sua vegetação.

O Parque Lagoas do Norte foi outro espaço onde aconteceram essas visitas técnicas. Lá, os gestores ambientais das capitais do Brasil participaram de uma explanação conduzida pelo diretor geral do Programa Lagoas do Norte, Márcio Sampaio, que pontuou a importância dessa intervenção urbanística e ambiental, que encontra-se na segunda fase.

As visitas técnicas contemplaram ainda a passagem pelo Parque Ambiental Encontro dos Rios, onde os secretários tiveram mais informações sobre os rios Parnaíba e Poti, que banham a nossa cidade. E também o Polo Cerâmico do Poti Velho, onde os artesãos transformam o barro em um dos traços marcantes cultura local.

O encerramento oficial do CB27 Teresina aconteceu com o plantio de 30 mudas de ipês na Praça dos Orixás, no entorno do Parque Lagoas do Norte, onde os gestores municipais das pastas de meio ambientas das capitais brasileiras puderam deixar marcada a passagem pela nossa cidade, demonstrando ainda mais compromisso com as questões ambientais.

Sobre o CB27 Teresina

O CB27, ocorrido entre 13 e 15 de junho, no Bristol Gran Hotel Arrey, foi uma realização da Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), e pelas organizações Fundação Konrad Adenauer e ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade.

Com o tema “Inovação e Soluções Locais pelo Clima”, o evento teve como objetivo apresentar tecnologias, plataformas e aplicativos que apoiam a análise de dados e informações para agir sobre as mudanças climáticas, bem como identificar tendências e debater o papel das capitais na implementação dessas abordagens inovadoras.

Além disso, reuniu os dirigentes para o fortalecimento e ação coordenada das secretarias de meio ambiente, intercâmbio de experiências em sustentabilidade urbana e avanço em agendas ambientais de vanguarda.

 

Firmino Filho assina Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia

O prefeito Firmino Filho assinou na noite desta quarta-feira, durante o Encontro Nacional do Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras (Fórum CB27), o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia. Por meio do Pacto, a Prefeitura de Teresina se compromete a nos próximos três anos fazer o diagnóstico da cidade em relação à mudança do clima, estabelecer metas para reduzir as emissões que produzem esse processo, bem como elaborar um plano de ação para atingir essas metas.

Para o prefeito Firmino Filho, esse pacto tem a importância de mostrar o compromisso da capital com o meio ambiente. “Precisamos evoluir no que diz respeito ao trabalho que é desenvolvido e que tem relação com a mudança climática na nossa cidade. Esse tema da sustentabilidade deve fazer parte da agenda da cidade e deve ser debatido e do interesse de todos, tendo em vista que tem relação com a qualidade de vida das pessoas”, disse Firmino, que é o nono prefeito de capitais a assinar o Pacto no país.

Por meio do Pacto, a Prefeitura de Teresina se compromete a fazer o seu inventário de emissões de gases do efeito estufa, medir quanto Teresina emite, e ver como a cidade vai ser afetada pela mudança do clima. “A perspectiva do que Teresina emite e muito do que as capitais emitem tem a ver com transporte e mobilidade, mas também tem emissões relacionadas a resíduos, tudo de resíduos que é produzido, a maneira como esse resíduo é tratado, saneamento e uso de energia. As vulnerabilidades da cidade também interferem. Então, depois de assinar esse Pacto o próximo passo que Teresina tem que cumprir é estabelecer uma meta para reduzir essas emissões  e para reduzir também essas vulnerabilidades e o terceiro ponto é fazer um plano de ação para trabalhar para atingir  essa meta”, explicou Bruna Cerqueira, coordenadora de Relações Institucionais/Governos Locais de Sustentabilidade.

Durante o evento, que iniciou ontem e segue até sexta no Bristol Gran Hotel Arrey, o prefeito Firmino também apresentou a política climática da cidade e falou sobre os desafios e oportunidades que vê para o desenvolvimento local da capital do Piauí. Com o tema “Inovação e Soluções Locais pelo Clima”, o Encontro Nacional do Fórum CB27 é realizado pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), e pelas organizações Fundação Konrad Adenauer e ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade.

O objetivo principal é apresentar tecnologias, plataformas e aplicativos que apoiam a análise de dados e informações para agir sobre as mudanças climáticas. Buscará, ainda, identificar tendências e debater o papel das capitais na implementação dessas abordagens inovadoras.

Hoje, o encontro segue aberto ao público, das 9h às 11h, com o espaço intitulado de “Como aliar tecnologia e inovação em prol da Sustentabilidade?”, que será mediado pelo Coordenador Nacional do CB27 e Secretário de Inovação e Cidade Sustentável de Salvador, André Fraga, e contará com a apresentação de organizações referência no setor de tecnologia e inovação e sua interface com clima e sustentabilidade.

CB27 é lançado e reúne ex-secretários de Meio Ambiente de Teresina

Entre os dias 13 e 15 de junho, Teresina sedia o 14º Encontro Nacional do Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras, o CB27, com o tema “Inovação e Soluções Locais pelo Clima”. Na manhã de hoje (05), o evento foi lançado para os ex-secretários de Meio Ambiente de Teresina, que tiveram acesso às peças publicitárias e apresentação do eixo central de debate do encontro, que focará no desenvolvimento sustentável e redução dos reflexos da ação humana sobre o aquecimento global.

O evento é organizado pela Fundação Konrad Adenauer, ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM).

Para o chefe do Executivo Municipal, Firmino Filho, a realização do CB27 em Teresina vem em boa hora, já que esses temas envolvendo a situação climática precisam ser cada vez mais debatidos. “Essa será uma oportunidade de socializarmos o que já fizemos na nossa cidade e também de nos sintonizarmos no que ainda precisa ser realizado para melhorarmos cada vez mais nesse sentido”, destacou o prefeito.

Segundo o atual secretário da SEMAM, Olavo Braz, o evento traz contribuições para além das trocas de experiências exitosas nas secretarias municipais, mas também se configura como uma maneira de os órgãos de meio ambiente se apoiarem, já que permite fortalecer o diálogo com o Governo Federal, através da participação em órgãos de governança federais e estaduais.

O evento de lançamento do CB27 contou com a presença do 1º secretário de Meio Ambiente da SEMAM, Valdemar Rodrigues, que considera de extrema relevância debater os efeitos da ação do humana sobre o aquecimento global. “A questão do meio ambiente é fundamental, mas ainda não é tratada como prioridade. Então, eu considero que esse debate é importante, por isso fiz questão de vir a esse lançamento e virei ao evento que acontecerá nos próximos dias. Esse evento vai ser bom para Teresina, porque vejo que precisamos ousar, defender e mostrar cada vez mais nossa região”, pontuou ele, que atualmente dirige o Departamento de Desenvolvimento Rural Sustentável e de Combate à Desertificação do Ministério do Meio Ambiente.

Representantes de organizações internacionais estarão no CB27

Os dirigentes das pastas responsáveis pelo meio ambiente nas prefeituras das 26 capitais brasileiras e no governo do Distrito Federal estarão reunidos em Teresina para o fortalecimento e ação coordenada das secretarias de meio ambiente, intercâmbio de experiências em sustentabilidade urbana e avanço em agendas ambientais de vanguarda.

Além disso, o evento vai reunir representantes de diversas organizações, como o Governo do Estado do Piauí, Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA), Ministério do Meio Ambiente, ONU-Habitat, União Europeia, WRI, SEBRAE, Banco Mundial, CAF, Observatório do Clima, Instituto Tecnologia e Sociedade, Ruta N (Medellín), Fundação Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Fórum Brasileiro de Mudanças Climática e Comunitas.

Desde sua fundação, o CB27 conta com apoio institucional e financeiro da Fundação Konrad Adenauer Brasil. Em 2017, o ICLEI, que já vinha acompanhando o desenvolvimento do Fórum desde o início, oficializou a parceria com a KAS Brasil para contribuir com a curadoria de conteúdo e o fortalecimento institucional do grupo. A parceria com ambas as organizações alemãs é fundamental para o planejamento estratégico e a realização dos encontros do Fórum CB27.

Encontro dos Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras será lançado nesta terça (05)

Teresina vai sediar neste mês o XIV Encontro Nacional do Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras, o CB27, com o tema “Inovação e Soluções Locais pelo Clima”, no qual terão destaque debates voltados para o desenvolvimento sustentável e redução dos reflexos da ação humana sobre o aquecimento global. O lançamento oficial desse evento acontece nesta terça-feira (05), às 12 horas, no Salão Nobre da Prefeitura de Teresina, e reunirá os ex-secretários municipais de meio ambiente da nossa capital.

“Na oportunidade, iremos apresentar as peças publicitárias, programação e outros pontos importantes envolvendo o Encontro. É com uma satisfação imensa que a Prefeitura de Teresina se envolve na organização de um evento desse porte, no qual também estarão presentes representantes de organizações internacionais, que, certamente, irão somar grandemente nas discussões”, pontua o secretário municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam), Olavo Braz.

O XIV Encontro Nacional dos Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras acontecerá entre os dias 13 e 15 de junho, no Bristrol Gran Arrey, e é organizado com o envolvimento da Fundação Konrad Adenauer, ICLEI América do Sul e Prefeitura de Teresina, por meio da Semam.

Os dirigentes das pastas responsáveis pelo meio ambiente nas prefeituras das 26 capitais brasileiras e no governo do Distrito Federal estarão reunidos para o fortalecimento e ação coordenada das secretarias de meio ambiente, intercâmbio de experiências em sustentabilidade urbana e avanço em agendas ambientais de vanguarda.

Para além das trocas de experiências e apoio mútuo entre as secretarias das capitais brasileiras, o CB27 permite e fortalece o diálogo com o governo federal, por meio da participação em órgãos de governança federais e estaduais.

Entre as organizações convidadas para o CB27 Teresina estão: Governo do Estado do Piauí, Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA), Ministério do Meio Ambiente, ONU-Habitat, União Europeia, WRI, SEBRAE, Banco Mundial, CAF, Observatório do Clima, Instituto Tecnologia e Sociedade, Ruta N (Medellín), Fundação Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas, Comunitas.

Mais sobre o CB27

O CB27 foi criado durante o processo de preparação das cidades brasileiras para a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), em maio de 2012, a partir de uma proposta do Secretário de Meio Ambiente da cidade do Rio de Janeiro (2013-2016), Carlos Alberto Muniz. O objetivo era promover a articulação política entre as capitais por meio de encontros entre os secretários de meio ambiente para que eles pudessem cooperar através de seus casos de sucesso na gestão ambiental. Além disso, encontrar soluções para os problemas ambientais comuns das cidades brasileiras, com foco no tema do enfrentamento às mudanças climáticas.

Desde sua fundação, o CB27 conta com apoio institucional e financeiro da Fundação Konrad Adenauer Brasil. Em 2017, o ICLEI, que já vinha acompanhando o desenvolvimento do Fórum desde o início, oficializou a parceria com a KAS Brasil para contribuir com a curadoria de conteúdo e o fortalecimento institucional do grupo. A parceria com ambas as organizações é fundamental para o planejamento estratégico e a realização dos encontros do Fórum CB27.